Tem como tema a água, pelo que não é de estranhar o facto de, em diversos pontos, este percurso cruzar linhas de água como ribeiras e pequenas nascentes. O contacto com a natureza, nesta zona de Beira-Serra, permite tirar partido da beleza dos campos envolventes, da sua fauna e flora, bem como de alguma arquitetura, como é o caso de antigos moinhos, levadas e açudes, seja ela obra do Homem ou tenha ela a mão de Deus. Um olhar mais atento poderá ainda reconhecer vestígios que remontam à ocupação árabe. De salientar ainda, um antigo forno de cal, que resiste teimosamente ao tempo, logo ali, no sítio do Porto Nobre.

 

Grau de dificuldade – Médio

Duração média – 2h (22,5 km)

Local – Querença

GPS – ’’37º 11’53,581’’N 7º 9’26.52’’W

nativo-wave

Mapa: