A praia da Fuseta, no concelho de Olhão, deve o seu nome à vila piscatória em frente da qual se situa. Porém, enquanto a praia tem morada no extremo leste da ilha da Armona, a vila da Fuseta pisa o pé em terra firme. Inserida no coração do Parque Natural da Ria Formosa, ali, onde a ria se torna mais estreita, o acesso à praia da Fuseta pode mesmo ser feito a nado ou a vau, conforme a disposição das marés, mas o melhor, para chegar tranquilo à Armona é apanhar o barco, com carreiras regulares a partir do cais da Fuseta, onde encontra um amplo estacionamento. Só a viagem de barco, que se faz ‘costurando’ os canais de sapal, já vai valer a pena. Dez minutos depois do embarque, e chegados à Barra da Fuseta, e ao seu areal deserto e selvagem, pode deleitar-se no mar ou nas águas das piscinas naturais que a baixa-mar deixa a descoberto. As salinas, as ruínas de Torre de Bias, Cumeada e Alfaxina ou as nascentes de água dos Olheiros, às quais se atribuem qualidades medicinais, são alguns dos passeios de barco que pode planear. Recomenda-se que tenha muito cuidado com as correntes marítimas que se formam junto à barra, estas costumam ser muito fortes.

Dispõe de diversos serviços de apoio e é vigiada durante a época balnear.

 

GPS – 37º 2’ 33” N 7º 44’ 41” O

 

Fotos: CM Olhão